25 fevereiro, 2012

Livros Nacionais - Falando com os leitores #4

   Seria inaceitável não falar sobre a nossa rica literatura nacional nesta coluna do blog. O Brasil tem crescido muito nos últimos anos, e a literatura também vêm crescendo consideravelmente no país. O problema é que infelizmente poucas pessoas escolhem um livro escrito por autores brasileiros para ler, isso é o resultado da discriminação existente por causa dos antigos livros e autores que os professores geralmente nos obrigam a ler quando aprendemos literatura. 

   José de Alencar, Euclides da Cunha, Guimarães Rosa, Clarice Lispector e muitos outros escritores possuem ótimas obras, com um enredo muito rico que nos conta incríveis estórias, mas com uma linguagem de época, que as vezes complica nosso entendimento. Ao pegar um livro desses para ler sem estar acostumado com a leitura achamos muito chato e acabamos deixando de lado e não lendo, muitas pessoas optam a ler uma resenha na internet e apresentar trabalhos e realizar provas na escola. E todo esse conceito de que livros nacionais são cansativos e chatos, criamos uma descriminação por nossa literatura, se os próprios brasileiros não valorizarem a própria riqueza nacional, e não vão ser os estrangeiros que vão fazer isso por nós.

   Sendo sincero, até criar esse blog só tinha lido livros nacionais do autor Augusto Cury, eu o considero como um mestre, um ótimo escritor, mas ao entrar em uma livraria nunca optava em comprar livros de outros autores brasileiros. Mas esse quadro foi reversível, começou a mudar quando fiz parceria com os autores no meu blog, fui recebendo exemplares para resenha e fiquei boquiaberto com os livros que já li. Quem diria que 'Reencontro', um livro brasileiro foi o melhor que li em toda minha vida? Melhor do que os livros de Harlan Coben, Dan Brown e outros grandes autores estrangeiros. Outros livros ótimos que li foram dos autores Valentine Cirano, Iracy Araujo e o grande Maurício Gomyde. A partir disso não penso duas vezes antes de adquirir um livro da nossa literatura.

   A população brasileira está acostumada a ficar acomodada as velhas coisas, ao tradicionalismo. Temos poucos leitores ativos, falta incentivo em casa primeiramente e também nas escolas e a maioria dos leitores ainda não tem conhecimento da literatura do seu próprio país! Mas as coisas estão mudando gradativamente, com o avanço da internet as formas de divulgação estão evoluindo e alcançando novos usuários nas diversas e grandes redes sociais, o que faz com que as pessoas conhecem e se aprofundem na nossa literatura, isso através dos próprios autores e dos blogs literários. A tradição está mudando, os leitores estão conhecendo um novo caminho.

   Não estou dizendo que não devemos ler livros estrangeiros, devemos sim. Mas é importante abrir um espaço aos livros brasileiros, vale a pena conhecer um pouco mais da nossa rica literatura.

Esse assunto é muito complexo. Tentei falar o básico nesse post.


Caíque Fortunato - Skoob / Twitter / Facebook
Copyright 2012© - MyFreeCopyright. Todos os direitos reservados.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

7 comentários:

  1. O GRANDE Maurício Gomyde *.*

    olha, a literatura nacional sempre foi muito rica (:
    o problemas dos clássicos é que a gente é obrigado a ler. Eu costumo ler clássicos espontaneamente e o resultado é bom! E, para quem não gosta de linguagem antiga, existem diversas "adaptações" que preservam o teor da história, mas deixam a leitura mais fluida :D

    dos mais atuais li O príncipe gato e a ampulheta do tempo (Bento de Luca) e me surpreendi com o potencial brasileiro.

    Mas eu amo Jorge Amado, Martha Medeiros, Adriana Falcão, Fernando Morais, Nelson Rodrigues, Chico Buarque.

    Até o Paulo Coelho, não gosto da literatura dele, mas ele é um dos autores vivos mais traduzidos no mundo e é brasileiro, ninguém pode tirar esse mérito dele.


    www.amorporclassico.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei a postagem. E é um pouco complicado falar de livros nacionais, eu - ignorante a pouco tempo - não sabia que existia brasileiros que escreviam livros, mas depois que conheci uma amiga - escritora - o mundo se abriu. Nossa! Soube que tinha gente - brasileiros - que escrevem livros maravilhosos  e ainda - por espero que um dia os livros dessas pessoas estejam nas livrarias - obras que me encantaram. Eu poderiam citar infinitos nomes, mas eu poderia esquecer alguém. 

    Apoio que a nossa literatura nacionais seja mostrada além dos livros didáticos dado em sala de aula. Quem sabe a pessoa que escreve essa mensagem no construa um mundo melhor. 

    Beijos! 

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho que confessar que eu ainda li muito pouco de literatura brasileira, porém o panorama está mudando gradativamente. Acredito que um dos maiores problemas é ficar sabendo dos livros. Particularmente, antes de criar o meu blog literário, eu conhecia somente os escritores mais famosos e, consequentemente mais antigos, com uma linguagem que, se você não estiver preparado para aquilo, não desce.

    Concordo contigo quando dizes que falta incentivo a literatura no Brasil, mas não sei se sou tão otimista. Eu estudo em uma universidade e tenho dificuldade em encontrar pessoas que tem o hábito de ler.

    Excelente postagem!

    Juliano Rafael,
    sociedadelv.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Esse ano eu quero dar um espaço nas minhas leituras para a literatura nacional, mas não só de autores novos: desses outros que você citou também, literatura clássica! Tem muita coisa boa em nosso país e a gente nem enxerga, vai na onda das modinhas dos outros países! :) Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Mais um ótimo tema para esta coluna. Parabéns! Gostei bastante do seu texto. Eu tinha um certo "preconceito" contra a literatura nacional justamente pelo motivo que você citou. Mas depois que resolvi ler com vontade algo da literatura brasileira, gostei muito... então abriu novos horizontes. Hoje penso que todos os brasileiros devam dar mais valor à literatura nacional. Devemos parar de ser um país que apenas 'importa literatura', mas temos de ser um país que exporta literatura, também. Mas para isso acontecer, é necessário que nós, brasileiros, leiamos nossas obras.

    Mateus Noremberg - Livros Preciosos

    ResponderExcluir
  6. É, há ainda um preconceito com os livros nacionais, né. Na hora da compra, muitas vezes optamos pelos estrangeiros, mas, pô, temos que apoiar nossa literatura, né!
    Que bom que nossa literatura só está crescendo! :)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Isso aí, Caíque. Acho que pegar um livro antigo pode ser bem chato, como você falou e isso é culpa dos nossos professores, eu acho. Por que eles não fazem provas sobre o livro da leila ou nos mandam procurar um novo autor? Essa mania de nos darem livros do século passado atrapalha muito a gente a gostar da nossa literatura. 
    Achei muito legal você tocar nesse assunto, Caíque!

    Ah, se quiser conhecer meu cantinho: http://jeito-inedito.blogspot.com
    Um beijo, Gislaine

    ResponderExcluir