08 julho, 2012

Resenha: Refúgio - Harlan Coben + PDF (Mickey Bolitar #1)


Refúgio é um suspense viciante e eletrizante protagonizado por Mickey Bolitar, um jovem inteligente, corajoso e esperto que tem apenas 15 anos.

Mickey Bolitar é filho do casal Kitty e Brad Bolitar, e passou boa parte de sua vida viajando pelo mundo por causa do serviço humanitário dos pais. Porém, o casal decide abdicar de seu trabalho para que em sua adolescência, Mickey, pudesse estudar mais, fazer uma faculdade e novos amigos. Sendo assim, decidem voltar para os Estados Unidos. Contudo, o destino mudou todos os planos daquela família.


Brad morreu em um acidente de carro quando ia levar seu filho para um jogo de Baquete, porém Mickey sobreviveu sofrendo apenas ferimentos leves. Muito triste com a situação, Kitty se entrega ao mundo das drogas e acaba sendo impossibilitada de criar seu filho.

Com essa situação, Myron Bolitar, tio de Mickey, entra em acordo com o sobrinho para que o tempo que a mãe estivesse internada na clínica de reabilitação ele morasse com ele. Mickey aceita, desde que o tio, de quem guarda mágoas por causa de uma briga que ele teve com o seu pai, não intrometa em sua vida. Mas os seus problemas estão apenas começando.

Tendo que se adaptar a sua nova vida, Mickey começa a estudar em um colégio de elite, onde irá cursar o segundo ano do ensino médio. Lá ele logo arruma uma ficante, a adorável patricinha Ashley, que também é nova na escola. Além disso, ele cria uma fiel amizade com Ema e Colherada, e cria inimizade com alguns alunos chatos e idiotas. Porém, Ashley some misteriosamente sem deixar nenhuma pista, e ninguém sabe o porque.


Para complicar ainda mais, uma idosa que é temida por muitas pessoas do bairro e que é alvo de muitas lendas  por nunca ter saído de sua casa mal-assombrada aparece para Mickey e lhe diz que seu pai ainda está vivo. Depois de lhe falar isso, a mulher entra novamente para sua casa sem dar maiores informações para o rapaz.


Querendo respostas, Mickey se junta com seus amigos e acaba descobrindo uma suposta ligação entre esses casos. Porém, a solução é muito perigosa e mais difícil do que parece. Em busca da verdade, Mickey  vê sua vida em risco, mas precisa fazer de tudo para salvar as pessoas que ama.


Dando início a série Mickey Bolitar, Refúgio é um livro muito bom, que nos faz perder noites de sono. Eu mesmo li o livro em apenas dois dias, isso por causa do ritmo da narrativa que é muito bom e viciante, a cada capítulo queremos saber o que vai acontecer em seguida. Dessa forma, sem menos perceber, já estamos no final do livro.

Como o livro é narrado em primeira pessoa pelo Mickey, podemos perceber que a linguagem além de simples é jovem e atual. Ele usa gírias tipicas de adolescentes, como ''Putz'', ''OK, isso foi bizarro'', além das mensagens de texto que envia e recebe de seus amigos que é escrita com a linguagem da internet ''vc'', ''pq'' ''p/'' ... o que deixa o livro muito legal e familiar para os jovens.

Os personagens foram muito bem construídos, de forma que podemos nos identificar com cada um deles. Gostei muito de Ema, talvez porque tenho uma amiga parecida com ela, e do Mickey, claro, que é bem parecido com o tio Myron.

A história também foi muito inteligente e no final, o autor conseguiu solucionar com coerência o necessário, pois as outras respostas ficaram para o segundo livro da série - Seconds Away.

Clique na imagem para ler a resenha dos outros livros da série:
 

Personagens e curiosidades:
Achei algumas fotos e descrição dos personagens desse livro na página Mickey Bolitar series no Facebook. Originalmente está publicado em inglês, mas tentei traduzir, fazendo algumas modificações para vocês:

Mickey Bolitar
Como o seu tio Myron, Mickey é perspicaz e esperto e mito talentoso no basquete. Mas, esse ano ele tem pouco tempo para o esporte, pois ele perdeu o pai e a mãe está internada e está tendo que conviver com seu tio. Em pouco tempo ele já conseguiu fazer inimigos em sua escola, e pode ser o único para salvar sua namorada. Mas ele vai precisar da ajuda de alguns aliados inesperados.

Ema

Ema é uma garota gótica, um pouco gorda, usa roupas pretas e possui muitas tatuagens espalhadas pelo corpo. Acostumada a estar sozinha, ela é resistente às tentativas iniciais de Mickey para amizade - mas ela logo se torna uma amiga leal e uma parceira indispensável do Mickey para a busca de Ashley. Mickey diz no livro que ela é uma amiga verdadeira.

O apelido ''Ema'' foi dado pelos garotos que implicam com Mickey, como um trocadilho para a palavra ''Emo''. Mas a garota logo foi se acostumando e gostando do nome.

Colherada

Caracterizado como um ''rato de computador'' por Mickey, por causa de seu estilo meio nerd, Colherada (apelido dado a ele pelo Mickey) é sempre inusitado e imprevisível com suas informações um pouco sem nexo, mas as vezes úteis. Ele auxilia muito Mickey no que o amigo precisa e gosta de ajudar. Colherada tem um talento especial para entrar em lugares fechados e quebra de códigos no momento certo. 

Na mídia:
Esse livro tem feito sucesso nos outros países, inclusive nos Estados Unidos. Desde que foi lançado, eu estava muito ansioso para o lançamento dele pela editora Arqueiro aqui no Brasil. O autor Harlan Coben tem apostado muito nessa série que é voltada para o público jovem. Tanto que ele criou um site próprio para a série Mickey Bolitar, onde podemos encontrar todas as informações do livro, além de download de wallpapers e vídeos. Confira abaixo o link desses sites e de páginas no Facebook.


Book trailer (em inglês):


Informações:
Título Original: Shelter | Tradução: Fabiano Moraes | Páginas 224 | Lançamento 21/06/2012 | ISBN 797888580410723 | Preço R$ 29,90 | Preço E-Book R$ 16,99

Adicione o livro em sua estante virtual: Skoob / Orelha de Livro

Compare o melhor preço: Saraiva / Submarino


Sobre o autor: Harlan Coben
Harlan Coben é autor de Refúgio e Uma questão de segundos, da série de Mickey Bolitar, Fique comigo, Confie em mim, Não conte a ninguém, Desaparecido para sempre e Cilada e dos livros protagonizados por Myron Bolitar – Quebra de confiança, Jogada mortal, Sem deixar rastros, O preço da vitória, Quando ela se foi e Alta tensão (Arqueiro) –, além de A promessa, Silêncio na floresta, Não há segunda chance e O inocente (Arx). Esses dois últimos serão relançados pela Arqueiro. 
Vencedor de diversos prêmios, é o único escritor a ter recebido a trinca de ases da literatura policial americana: o Anthony, o Shamus e o Edgar Allan Poe, todos por livros da série de Myron Bolitar. Suas obras já foram traduzidas para 41 idiomas. 
Aclamado na França, Coben é conhecido como “o mestre das noites em claro”. Seu livro Não conte a ninguém foi transformado no premiado filme homônimo estrelado por Kristin Scott Thomas e François Cluzet, disponível no Brasil em DVD. 
Harlan nasceu em Newark, Nova Jersey. Depois de se formar em ciência política, trabalhou no setor de turismo. Hoje mora em Nova Jersey com os quatro filhos e a esposa. 
www.harlancoben.com

www.editoraarqueiro.com.br

Caíque Fortunato - Skoob / Twitter / Facebook
Copyright 2012© - MyFreeCopyright. Todos os direitos reservados.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

13 comentários:

  1. Olá colega... Nossa tu já leu esse livro????? OMG kkkk
    Gostei muito da história! Bela resenha!
    Achei mais interessante quando vc comentou q é em uma linguagem mais jovem! Hahaa super legal...


    Abraços, Lucas
    ESCONDIDOS NO LIVRO!

    ResponderExcluir
  2. Desde quando li o primeiro livro de Coben achei surpreendente o modo como ele é capaz de nos envolver com seus personagens.


    Esse com certeza vai entrar na minha lista de leitura logo, logo.


    Parabéns pela resenha. Completa e informativa.


    Atenciosamente,
    R.S.Merces

    ResponderExcluir
  3. Eu já disse várias vezes que tenho muita vontade de ler os livros do Harlan, então esse já está na lista ainda mais depois de saber sua classificação final. É interessante o autor explorar o lado familiar do Myron, dando origem a um novo personagem (com uma história de vida tão interessante)
    Gostei da capa também.. Quero ler!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Caíque!
    Eu só li Cilada do Harlan e adorei. Quero muito ler essa série e os outros livros do autor. O livro parece muito interessante.


    Beijos,


    Carissa
    http://artearoundtheworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nada do Harlan e estou começando a achar que é um pecado! Que post foi esse Caíque? D-E-M-A-I-S
    Não conhecia esse livro, mas to achando que será o próximo na lista para a editora hahah
    Resenha super bem feita - o que me fez agarrar o livro pela tela e ler - e amei o restante do post. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Uau!!!!! Que resenha incrível e que livro... Nem sei o que escrever sobre a sua resenha, pois acho que só lendo para saber como deve ser emocionante envolvente. Amei!

    ResponderExcluir
  7. Jéssica Patrício2 de agosto de 2012 21:01

    O livro parece ser bem tenso,e bem emocionante :)
    gostei do seu blog! ^^ também tenho um blog e estou divulgando por faz pouco tempo que o tenho, e se poder retribuir a visita fiquei agradecida :)


    strawberrydelivrosefilmes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Nossa *-* eu tenho, TENHO, T-E-N-H-O, que comprar esse livro urgente!!! Mas é urgente mesmo! Amo demais o Coben, pelo amor de Deus, como esse homem escreve! Fico boba com os livros dele. Ahh eu preciso desse!!
    Mickeyzinho *-*

    ResponderExcluir
  9. Muito boa a resenha, Caíque! Adoro o Harlan...e esse livro está na minha lista de desejadoos no topo! Amoooooooooo demais.
    Beijocas!http://palomaviricio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Caique!
    Sabe que no inicio eu não estava dando nada por esse livro? Mesmo sendo de Harlan Coben, não tinha despertado meu interesse.
    Agora com sua resenha, fiquei muito curiosa. Tenho vontade de ler algo do Corban, só vejo elogios. :)
    Ótima resenha.


    Beijos, Meire.
    http://manialiteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Caíque!
    Estou louco para ler Refúgio. Só li dois livros da série Myron Bolitar, o primeiro e o último, e já vou começar a série Mickey Bolitar!
    Já estava animado e agora com sua resenha ainda mais. Sei que vou passar noites acordados lendo. Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Os livros dele estão na minha lista de desejo. O primeiro livro que vi de Coben foi Não conte a ninguém e desde então fiquei curiosa, mas nunca comprei. Agora esse livro me deixou com muita vontade de ler!
    Nunca mais li nada policial, e olha que foi o primeiro gênero que me apaixonei.


    Beijos
    http://jessicristina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Acabou de chegar pra mim, ganhei em um sorteio. E a editora é uma fofa, enviou junto um monte de marcadores! *-*

    ResponderExcluir