21 agosto, 2012

Aberta a pré-venda de ''A Destinada''

SINOPSE: Eliza Stewart tem um dom incomum. Ela é vidente. Sempre fez parte de sua vida salvar as pessoas com quem se preocupa, prevenindo acidentes e inconveniências que pré-visualizou em sua mente. Mas nada nunca se comparou ao tipo de visões que começa a ter aos dezoito anos, numa noite em que “vê” um rapaz sendo sequestrado de um trem. Os dois passam a ter “encontros” em sonhos, totalmente reais, ocasiões em que ele diz que será assassinado e ela é a única que pode impedir essa tragédia. Agora Eliza precisa reunir coragem, fugir de casa e sair em uma viagem incerta para tentar salvar essa vida e, quem sabe, recuperar seu grande amor.


   Olá gente, hoje tenho uma novidade super legal para vocês. Se trata da pré-venda do livro ''A Destinada'' escrito pela brasiliense Paula Ottoni.
   A obra pode ser reservada até o dia primeiro de setembro e está custando apenas R$29.90 com o frete incluso, independentemente de sua localidade. A Destinada tem 398 páginas e virá autografado com um marcador exclusivo.
   Se vocês tiverem interessados em adquirir o seu, aproveite agora, em primeira mão (o lançamento será em setembro e a venda nas livrarias também). Basta clicar aqui e preencher o formulário de contato.

PEQUENA PRÉVIA...
“A única coisa que eu conseguia ver com clareza era o homem há poucos passos, o meu alvo... se ainda me restasse alguma força. Tudo o mais não parecia existir, apenas um borrão de cores e formas ao meu redor.
É claro que tinha de restar alguma força, ou tudo o que eu passara não teria valido de nada. Eu sabia exatamente o que fazer, mas tudo parecia tão irreal e tão doloroso que a cada batida do coração eu me sentia mais fraca e vulnerável.
Heroísmo é para heróis, eu sempre soube disso. E o problema é que eu nunca fui uma heroína. A despeito de tudo o que parecia sensato, porém, lá estava eu, lutando até a última fagulha de esperança, usando de cada fiapo de resistência que meu frágil e despreparado corpo oferecia, infringindo a lei natural das coisas... Salvando a vida da pessoa que amava. Ou melhor, tentando salvar.
Era a segunda vez que eu via essa cena. Apesar de ter visto antes, na minha mente, com a mesma nitidez, agora era real, avassaladoramente real. E nesse instante eu estava lá, de espectadora, esperando reunir coragem suficiente para agir.
O barulho estrondoso veio da arma. O som mais terrível do mundo. Naquele segundo, meu universo desabava.
Havia muitas coisas que eu queria dizer para expressar a dor que atingia meu peito e que nada tinha a ver com dores físicas. Mas, no minuto em que eu soube que ouviria aquele som explosivo e nauseante, tudo o que consegui emitir através de meus lábios secos foi um longo e desesperado grito.” (Prólogo)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

  1. Oi,

    não conhecia, mas fiquei interessada. Estou evitando comprar livros nesse momento, mas quem sabe no futuro eu não o compre...

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Esse livro deve ser bom. Adorei a sinopse e a capa.

    ResponderExcluir