27 agosto, 2012

Eu e um dos melhores livros que li

Existem livros que ficam marcados na mente de nós leitores devido a uma narrativa que nos ensina muitas coisas e que ao mesmo tempo nos toca tão profundamente sem ao menos percebemos. Estive refletindo nisso hoje enquanto voltava para casa dentro de um ônibus, onde geralmente fico pensando nos acontecimentos do meu cotidiano.

Sem eu mesmo estar lembrando, o livro Eu sou o mensageiro do autor Markus Zusak veio em minha mente. Li essa obra sem nenhuma indicação e muito menos me informei do tema lendo a sinopse, o que me deixou curioso quando vi o exemplar largado sozinho em uma prateleira da biblioteca pública da minha cidade foi o título e o autor da obra que escreveu um livro que gostei muito e que foi muito bem vendido no Brasil: A menina que roubava livros. Em base na reputação e qualidade do romance que já tinha lido, peguei Eu sou o mensageiro emprestado.

Ao chegar em casa, folheei a obra e comecei a ler. O surpreendente é que li o livro em quatro sentadas, dividindo cada parte para um dia, e só parava porque tinhas outras obrigações a cumprir. Quando terminei fiquei viajando na história, não queria que ela terminasse de maneira alguma, fiquei imaginando cada personagem com todas suas características e o que estaria acontecendo com o protagonista depois do desfecho do autor. Por isso não conseguia tirar o livro da mente e fiquei sem ler outras coisas por um bom tempo.

Pode lhe parecer estranho isso, mas eu gostei muito da narrativa. Além disso tudo, Markus Zusak conseguiu passar uma mensagem bem legal para o leitor que eu a guardo até hoje, isso de uma maneira bem simples e com uma linguagem jovem sem precisar dar lição de moral. Em minha opinião o livro beira a perfeição.

Ainda nesse raciocínio, fiquei lembrando também que as vezes uma coisa nos atinge com uma intensidade inédita que é sentida por nenhuma outra pessoa, como se fosse destinada somente e unicamente para você. Esse romance foi assim para mim, já que outras pessoas que o leram não acharam nada demais nele, e ficaram perguntando se eu sou louco ou não sei distinguir o conceito de bom ou ruim. Mas se for o caso eu sou um louco sem minhas próprias definições.

Depois disso até que tentei reler o livro, mas infelizmente nunca o encontrei na biblioteca. Atualmente tenho muita vontade de comprá-lo para poder viajar novamente na aventura e no romance criado por um dos melhores autores e para ter em minha estante uma das melhores obras que já li em minha trajetória. Posso ainda dizer que Eu sou o mensageiro cria em mim expectativas para ler cada livro novo, por saber do que uma pessoa é capaz de fazer com uma história.

Pensando nisso tudo, percebo que fiquei a maior parte do tempo da viajem para a casa refletindo nisso e pensando em como fazer uma síntese para publicar no blog. Consequentemente essa reflexão resultou no texto que você acabou de ler.


Obs: Apesar de simples e um pouco estranha, tentei eu mesmo criar uma imagem para dar um toque mais pessoal ao texto, certamente ficou mais original do que achar  e copiar uma imagem da internet. Espero que tenham gostado do post.

Blog EPL - Copyright 2012© - MyFreeCopyright. Todos os direitos reservados.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

9 comentários:

  1. Já ouvi falar do autor e de suas obras, fiquei mais curioso agora depois de ler seu pitaco/resenha/opinião/indicação e etc. kkkk. Quero muito ele na minha estante.

    Abraços.
    Asas Literárias.

    ResponderExcluir
  2. Já li A Menina que Roubava Livros e amei!
    e realmente, tem livros que lemos e nunca mais esquecemos! ^^

    Adorei o post,

    Rafa-@EuMaisLivros
    blogeumaislivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Nunca me interessei por um livro do Markus Zusak, mas depois desse post fiquei interessadíssima!

    ResponderExcluir
  4. Ah, eu tenho A menina que roubava livros, mas ainda não o li (valeu, escola). Mas ele tem cara de gente que escreve bem, e pelo visto Eu sou o mensageiro é realmente uma ótima obra, hein?

    ResponderExcluir
  5. Eu não li esse livro, mas compreendo você. espero que você o encontre e o relei. Adorei essa postagem.

    ResponderExcluir
  6. Oiee,

    Ah li um livro desse autor A garota que roubava livros e fiquei com a mesma sensação de viagem, foi um a leitura tão agradável, consegui imaginar cada cena com uma riqueza de detalhes fora do comum.
    Tenho outro livros que me marcaram de um forma semelhante a esse.
    Adorei esse ideia do post.

    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  7. Aquela sensação de ter encontrado um dos melhores livros da nossa vida é insubstituível né, do Marcus Zusak eu já li a Menina Que Roubava Livros e gostei bastante. Ainda não tive chance de ler O Mensageiro mas já encontrei ele por um preço bem barato na livraria.
    Abaços.

    http://viciadoemlivrosefilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Boa sorte na promoção =)
    Torce aí heheh

    ResponderExcluir
  9. Parece bacana o livro, super bem criticado por você haha quem sabe não coloco na minha lista?
    E gostei do desenho ;)
    Abração

    ResponderExcluir