27 setembro, 2012

Cidade de Vidro [Resenha]


Cidade de Vidro/ Cassandra Clare ; Editora: Galera Record, 2011. Ficção ; ISBN: 9788501087164 
 476 páginas - Skoob 

Cuidado! Contem spoilers dos outros livros da série! 

   Cidade de Vidro começa duas semanas após Cidade das Cinzas.
   No final do segundo livro, Clary finalmente tem uma pista de como acordar sua mãe, para isso ela precisa ir até Idris, Cidade dos Caçadores das Sombras, encontrar um feiticeiro.
   Mas para chegar a Idris, ela precisa da ajuda dos Lightwood e Jace. Mas Jace não está nenhum pouco feliz com essa viaje, ele tem medo do que a Clave vai fazer quando descobrir o dom de fazer novos símbolos de Clary.
   Após engana-la sobre o horário da viajem e dizendo para os Lightwood que ela desistiu de ir, eles vão para Idris, mas sem querer levam Simon, que agora é um vampiro que consegue andar sob a luz do sol sem ser queimado, junto. Por não ter autorização para entrar na Cidade de Vidro, Simon acaba sendo preso e sofre ameaças da Clave.
   Quando descobre que foi enganada, Clary consegue fazer sozinha um portal e acaba chegando a Idris com Luke, só que os dois estão lá ilegalmente, Clary por não ter permissão e Luke por ser um lobisomem.
Sinceramente ler Cidade de Vidro foi um tremendo de uma alivio, já tenho esse livro há nove meses e não o li porque não tinha os primeiros livros da série.
   Valentim já tem dois dos três Instrumentos Mortais, e está à procura do terceiro, o espelho, só que ninguém sabe a sua localização. E a guerra com seu exercito de demônios já é iminente para destruir o antigo regime da Clave e começar uma nova era com os Caçadores das Sombras, sem qualquer ajuda de alguém do Submundo.

   E nesse livro finalmente conhecemos a tão falada Cidade de Vidro, com Alicante com suas enormes torres de vidro. Desde Cidade dos Ossos tinha certa curiosidade sobre Idris e finalmente pude conhecê-la.
   Mas nem tudo é beleza, em meio a diversas batalhas e invasões de demônios várias pessoas conhecidas morreram, que com toda certeza trouxe muita tristeza a estória. Além de que vários segredos são revelados, com a chegada de alguém nos põe a par de toda estória de Valentim.
   A digitalização estava expelente, dessa vez, veio sem nenhum erro, sem nenhum página apagadinha, que também foi alivio, já estava ficando decepcionada com a editora.
   Com tudo isso, eu adorei o terceiro livro da série, o terminei com uma mistura de êxtase, alivio e muitas risadas, como os outros livros, esse também não podia ficar sem algumas cenas hilárias de Jace e Magnus.     E não tenho a menor ideia de uma à série vai continuar, agora é só esperar Cidade dos Anjos Caídos.

Série Os Instrumentos Mortais: 
2. Cidade das Cinzas (2011);
3. Cidade de Vidro (2011);
4. Cidade dos Anjos Caídos (2012);
5. City of Lost Souls ( Sem previsão de lançamento);
6. City of Heavenly Fire ( Sem previsão de lançamento).

Notas: Capa: 5/5 - Narrativa 5/5 - Estória 5/5 - Diagramação: 5/5 - Nota geral: 5/5

Blog EPL - Copyright 2012© - MyFreeCopyright. Todos os direitos reservados.

Sobre a autora da resenha:
Meu nome é Stéphanie Munford, tenho 18 , moro em Maceió, Alagoas e vou começar a fazer Química na UFAL. Adoro assistir The Vampire Diaries e Glee e amo ler livros, principalmente os de romance. 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Oi,

    já li esse livro e amei!! A série é incrível e eu mal posso esperar para ler Cidade dos Anjos Caídos!! Ótima resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir