17 outubro, 2012

O começo do adeus - Anne Tyler |Resenha|

   Um livro emocionante desde a primeira página que é capaz de conquistar o leitor, principalmente aqueles que tiveram uma perda inesperada de um ente querido e tenta se reerguer.

O começo do adeus - Anne Tyler | Romance/Ficção 
Editora Novo Conceito, 2012 | 208 páginas | Skoob

   Como é difícil definir esse livro com uma só palavra, geralmente consigo dizer se o livro é triste, bonito, engraçado, mas quando esses e outros aspectos se juntam fica complicado criar uma só definição, mas ainda assim eu o classificaria como um romance mesclado com um pouco de humor e uma pequena dose de sobrenatural (que não atrapalha em nada).
   A narrativa começa sendo contada em primeira pessoa pelo protagonista, um homem da meia-idade chamado Aaron. Ele levava uma vida tranquila e feliz com sua esposa Dorothy, de quem gostava e admirava muito por não ligar com os problemas que ele tinha. Porém, toda a sua felicidade se transforma em desilusão quando uma árvore desaba em cima de sua casa atingindo o cômodo onde sua esposa estava. O final foi trágico, Dorothy morreu no hospital e Aaron passou a viver sozinho encontrando no trabalho uma fonte de distração.
   Aaron era para ser uma pessoa comum que nem todos nós, porém uma forte gripe quando ele era criança o deixou com sequelas, tendo deficiência no braço e na perna direita e ainda dificuldades para falar. Por conta disso ele sempre foi mimado por sua família e pelas pessoas mais próximas, ele buscou em sua esposa um refúgio para seus problemas que voltaram em cheio após a morte dela.
   Da família, seus pais já haviam falecido, mas sua irmã estava viva e administrava junto dele uma editora da família. Todos os vizinhos, seus colegas de trabalho e outras demais pessoas diziam sentir muito pela morte de Dorothy, sempre tentavam animar e sair com Aaron que sempre rejeitava os convites.
   Mas um segundo acidente em sua casa o faz morar com a irmã temporariamente enquanto pedreiros arrumam a sua residência. Mas é durante esse meio tempo que Aaron tem uma visita inesperada: ele começa presenciar aparições de Dorothy, isso o ajuda a sobreviver e encontrar a paz e a luz para seguir em frente e enfim poder dizer adeus.
"Eu costumava a brincar com a ideia de que, ao morrermos, finalmente ficamos sabendo para que a vida serviu. Nunca imaginei que poderia descobrir isso quando outra pessoa morresse."
   Eu poderia afirmar que gostei muito de O começo do adeus, mesmo que ele apresente falhas. Estava pensando em como tudo aconteceu muito rápido na narrativa, as coisas poderiam ocorrer em um ritmo mais vagaroso, pois assim poderíamos nos envolver melhor com os personagens e de fato vivenciar a história.
   Em relação a história, ela é simples, foi muito bem pensada sendo diferente de tantos outros livros, isso é o diferencial da obra. Os protagonistas não são perfeitos como em muitos outros livros chatos de romance, o que da certa realidade ao enredo que ao ser narrado em primeira pessoa ficou de bem fácil entendimento para o leitor.
   Ler o livro é tarefa para poucas horas, o ritmo é rápido e você acaba virando as páginas sem perceber. No final o livro não é aquilo tudo que você esperava, questão de gosto, mas vale a pena ler para distrair um pouco e aprender um pouco sobre a vida, o que também é interessante para um livro como esse.

Notas e observações
As notas oscilam de 0 a 5, onde 0 é péssimo e 5 excelente.

Capa: 3 | Diagramação: 4 | Narração: 3 | Enredo: 4 | Custo/Benefício: 4 | Nota geral: 3

Obs: -

Blog EPL - Copyright 2012© - MyFreeCopyright. Todos os direitos reservados. 
Livro de cortesia da editora parceira novo Conceito
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

7 comentários:

  1. Não tinha prestado muita atenção no livro. Gostei de sua resenha e acho que a obra deve ser bem interessante, mas não pretendo lê-la agora.

    Abração.

    ResponderExcluir
  2. Eu já conheço o trabalho de Anne Tyler através do livro Turista Acidental,gostei de sua escrita e acho que esse livro deve ser bom.
    Abraço!

    Bruno
    http://oexploradorcultural.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi,

    já li esse livro e também gostei, mas, diferente de você, gostei do ritmo da história e achei que o livro está perfeito. Adorei a resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Embora a capa não seja lá essas coisas a sinopse do livro é bem instigante, com certeza vou conferi-lo, adoro tudo relacionado a drama e o sobrenatural , imagine os dois juntos então, rsrs.
    Abraços.

    http://viciadoemlivrosefilmes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Agora estou curiosa para ler esse livro. Alguns falam bem e outro nem tanto, mas eu quero saber como se desenvolve a trama do livro. Gostei da resenha

    ResponderExcluir
  6. Gostei da sua resenha. Por ela, dá pra entender que o livro é bom. Fiquei com vontade de ler, mesmo tendo outros que aparentemente são melhores na fila. Fiquei curioso. Quem sabe né... hahaha

    ResponderExcluir
  7. Ótimo texto de resenha. Meus parabéns! Amei a maneira que vc usou para se expressar, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura...a capa do livro é linda ela traz o universo como tema.
    http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=78725243

    ResponderExcluir