08 dezembro, 2012

Eu sou o mensageiro - Markus Zusak | Resenha

"Eu não sou o mensageiro.
Eu sou a mensagem"
Markus Zusak
 
Eu sou o mensageiro | Markus Zusak | Intrínseca 2007 | 320 Páginas
Ficção | ISBN: 9788598078298 | Skoob

Essa é uns dos mais antigos livros do ilustre autor Markus Zusak, um dos principais nomes da atual literatura, o mesmo que escreveu o best-seller A menina que roubava livros que já vendeu milhões de cópias ao redor do mundo. Eu sou o mensageiro conquistou o prêmio ''Printz Honor'' de 2006 na categoria de melhor autor de livros juvenis e foi publicado pela Intrínseca no Brasil somente em 2007.
 
A narrativa do livro é narrada em primeira pessoa pelo próprio protagonista: Ed Kennedy. Ele é um jovem  com poucos propósitos na vida, mora com seu cachorro fedorento que gosta muito de café (o Porteiro) em uma casa simples alugada. Seu pai era viciado em bebidas e morreu a pouco tempo, a sua mãe é chata e mau-humorada, sempre que tinha oportunidade jogava na cara de Ed que ele era uma pessoa insignificante por não ter se dado bem na vida como os irmãos. Os dois se falavam mais através do telefone por não se darem tão bem.

O rapaz trabalhava ilegalmente como taxista para conseguir se sustentar. Tinha três amigos com quem conversava e jogava baralho: Marv, Ritchie e Audrey. Ed era apaixonado por Audrey, só que a garota ficava com todos os caras, menos com ele, pois alegava que tinham uma amizade e que não poderiam ficar juntos, mas no fundo ela gostava dele.
 
Sendo assim o jovem levava uma rotina diária sem ter muitos objetivos, todos os dias era a mesma coisa, porém tudo isso muda quando ele se torna aclamado na cidade depois que, acidentalmente, reage a um assalto ao banco e impede a ação dos criminosos. Depois disso, ele recebe uma carta no correio: a primeira mensagem. Essa carta era um Ás do naipe de ouro, nela continha apenas um endereço, não havia remetente e nenhum sinal de quem tinha enviado.
 
Ed ficou muito confuso com a situação, pois não tinha nenhuma explicação plausível para uma pessoa receber uma carta como aquela. Curioso e querendo saber o que está por trás da tal correspondência o garoto vai atrás do endereço para ver o que encontra no local e a história do livro realmente começa desse ponto. O rapaz embarca em uma série de aventuras que podem mudar completamente a sua vida e de sua maneira de compreender o mundo.
Eu sou o mensageiro é simplesmente incrível, capaz de tocar o leitor e o levar realmente para os locais onde tudo acontece. O autor usa gírias e palavrões utilizadas por moradores de subúrbios, no começo tudo isso é estranho, mas depois o leitor acostuma. O livro também contém uma linguagem clara e objetiva, sem enrolar muito, mas ao mesmo tempo fornecendo os detalhes necessários para que possa-se compreender a narrativa. Também é fácil ter uma conexão e identificação com o protagonista, podendo assim compreender facilmente toda a sua vida e suas dificuldades, principalmente as suas aventuras e atitudes.
 
A obra fica um pouco repetitiva no meio da narrativa, mas toda a criatividade do autor e a sequência dos fatos que sempre contem uma pitada de suspense não deixam o livro chato, pois Ed recebe ao todo 4 cartas (fora o curinga) e a cada carta ele vai atrás do endereço anexado a ela. A cada carta é um novo mistério e um caso a ser resolvido.
 
O diferencial do Eu sou o mensageiro é a mensagem que o autor deixa para o leitor no final da história junto com a resolução de todos os fatos. Se todos tivessem a oportunidade de conhecer essa narrativa o mundo estaria muito melhor e mais solidário, pois é através dos pequenos atos que fazemos uma enorme diferença.
 
No geral é um livro muito bom que prova a razão dos livros de Zusak serem uns dos mais vendidos até nos dias de hoje. Você se surpreenderá com mais essa obra de Markus Zusak, e vai ficar querendo mais ao término da leitura.
 
Depois de 2 anos que li esse livro ainda me lembro de toda a história e sinto muitas saudades.

O autor
   Mais novo de quatro filhos de um austríaco e uma alemã, Markus cresceu ouvindo histórias a respeito da Alemanha Nazista, sobre o bombardeio de Munique e sobre judeus marchando pela pequena cidade alemã de sua mãe. Ele sempre soube que essa era uma história que ele queria contar.
   Aos 30 anos, Zusak já se firmou como um dos mais inovadores e poéticos romancistas dos dias de hoje. Com a publicação de "A Menina que Roubava Livros", ele foi batizado como um "fenômeno literário" por críticos australianos e norte-americanos. Zusak é o autor vencedor do prêmio de quatro livros para jovens: "The Underdog", "Fighting Ruben Wolfe", "Getting the Girl", e "Eu Sou o Mensageiro", receptor de um Printz Honor em 2006 por excelência em literatura jovem. Markus Zusak vive em Sydney com sua esposa e sua filha. Gosta de surfar e assistir filmes em seu tempo livre.

 
Avaliação
Capa: 5 | Diagramação: 5 | Narração: 5 | Enredo: 5 | Custo/Benefício: 3 | Nota geral: 5 

Blog EPL - Copyright 2012© - MyFreeCopyright. Todos os direitos reservados. 
Eu li o livro em 2010, mas utilizei fontes de consulta para demais informações como nome de personagens que havia esquecido e informações gerais do autor e do livro: Infoescola | Wikipedia
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

16 comentários:

  1. Esse é um bom livro pra ler. Quando tiver uma oportunidade, irei ler ele, porque só pela resenha, deu pra notar de assuntos que fizeram eu me interessar por ele!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, sua resenha está animadíssima! Até fiquei curiosa em relação a esse livro.

    ;)

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei esse livro. Foi o primeiro livro do Zusak que eu li (contrariando todas as expectativas) e eu me apaixonei pela narrativa dele.
    Sim, ali pelo meio o livro realmente fica um pouco parado, mas o geral dele compensa. ;D

    Um beijo,
    Luara - @luuara
    http://www.estantevertical.com/

    ResponderExcluir
  4. Amei de verdade e estou com muita vontade de ler. Uma amiga minha disse que se tivesse que indicar um só livro para eu ler antes de morrer seria A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS, e isto já diz alguma coisa sobre a capacidade do autor.
    Fiquei super curiosa para saber o significado das cartas e a tal "lição" do final do livro. Com certeza entrará pra minha lista!
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Bem como havia comentado contigo bem mais cedo, eu adorei a resenha. Ainda não li A Menina que Roubava Livros, apesar de tê-lo comprado em julho (risos eternos). Acho que seria uma boa leitura, pois a história é diferente de outras que já ouvi falar.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Caíque, que resenha gostosa de ler! Me deu vontade de pegar esse livro. Já tenho os dois 'clássicos' do Zusak, esse e 'A Menina'. Sempre li ótimas recomendações de ambos. E agora quero tb 'O Azarão'.
    Apesar dos livros de Zusak terem sido os primeiros que consegui trocar pelo Skoob, ainda estão na minha estante. Obrigada por me estimular a encarar os dois.

    ResponderExcluir
  7. Bom, nunca li nada do autor, quero muito ler o livro ''A Menina Que Roubava Livros'', mas agora, com a sua resenha fiquei curiosa para ler Eu Sou o Mensageiro! Vi que pela sua animação é um ótimo livro! Fiquei mais curiosa ainda quando li ''...através dos pequenos atos que fazemos uma enorme diferença.'' quero saber mais da história!

    ResponderExcluir
  8. Oiiiii Caique...
    Não conhecia esse livro, mas A Menina que Roubava Livros ainda é o meu preferidos em muitos anos, então pelo que li, este livro tb é maravilhoso.. Ai, quero ler...

    Beijos

    TeLa
    Penseira Literária

    ResponderExcluir
  9. Eu não conhecia esse livro. Mas ele pareceu ter uma mensagem bem legal.
    Li A Menina Que Roubava Livros e adorei, e este parece ser tão bom quanto! :D

    Beijos
    Rafa-E+L

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não li este livro, aliás só li um deste autor, o que me deixa frustrada, ainda mais depois de ler essa resenha incrível!!

    Depois de tudo que você disse, principalmente sobre a mensagem que ele passa para o leitor, eu decidi mudar isso. Vou atrás deste livro o mais rápido possível.

    Obrigada pela dica e pela resenha maravilhosa!

    Bjkas

    ResponderExcluir
  11. Mais uma vez eu fiquei curiosa para ler um livro por sua causa! haha, assim você vai me levar a falência, cara! haha
    Me sinto até envergonhada por dizer que acho que não li nenhum livro do autor. E agora, vou comprar esse só por causa da sua resenha! haha

    Abraços,

    Camila Tominaga

    http://raiseyourheadandread.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Nunca li nenhum livro desse autor, mas me animei com o enredo que ele apresenta nesse livro, vou coloca-lo na minha lista logo.

    ResponderExcluir
  13. Eu ainda não li nada do Markus. Na verdade eu li em termos, eu comecei a ler a menina que roubava livros, mas eu não gostei e parei com poucas páginas. Mas eu fiquei presa na sua renhas, achei o enredo interessante, até me lembrou o estilo do Nicholas Sparks. Tenho certeza que o livro deve ser ótimo.
    beijos

    ResponderExcluir
  14. Bom, A menina que roubava livros é um ótimo livro, que acho que todo mundo deve ler. Levando em consideração esta obra dele, certeza que Eu sou o mensageiro deve ser ótimo também. Incluído na listinha. hahaha

    ResponderExcluir
  15. eu conhecia somente A Menina que roubava livros. até entao não conhecia outros trabalhos do autor, estou pensando em dar uma chance para esse livro,. pra lista de compras 2013. :)

    ResponderExcluir
  16. Ca,
    Eu não sabia muito bem sobre o assunto tratado do livro e eu posso dizer que quero muito ler!! hahaha Do tipo desesperadamente;
    Essa mensagem do livro me deixou curioso, até porque já li A Menina que Roubava Livros foi escrito por ele e eu amei <3

    Abraço, Ca.
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com

    ResponderExcluir