03 julho, 2013

Bibliotecas públicas estão em 97% dos municípios, mas as livrarias estão em declínio

Olá leitor(a), hoje resolvi postar uma reportagem interessante que achei no site da Globo.com. Sim, sou meio maluco de ficar pesquisando notícias de livros pelos portais de notícias (e tem poucas notícias sobre livros, infelizmente), mas vale a pena ficar informado sobre a atualidade.

A reportagem que eu achei fala sobre o crescimento no número de bibliotecas públicas espalhadas pelo Brasil entre 1999 e 2012, segundo o IBGE. Mas, em contrapartida, o número de livros presentes na maioria delas ainda é baixo isso eu sei por fontes próprias.

Porém, enquanto o número de bibliotecas aumenta o de livrarias diminui, culpa dos livros digitais e do pouco interesse da população brasileira pela leitura. Confia o texto abaixo e entenda melhor:

Bibliotecas públicas estão em 97% dos municípios, diz estudo do IBGE
O total de municípios brasileiros com bibliotecas públicas passou de 76,3% para 97% entre 1999 e 2012, aponta a Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic), divulgada nesta quarta-feira (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os dados mostram que o crescimento líquido de 21% é fruto de políticas governamentais inspiradas por outras edições do Munic, segundo o IBGE.

Apesar do aumento do número de bibliotecas, a quantidade de livrarias nas cidades brasileiras caiu, segundo o estudo. Em 1999, 35,5% das cidades do país tinham livrarias. Em 2012 esse número caiu para 28% do total.

(...) - Fonte

Por experiência própria, na minha cidade tem apenas uma biblioteca, com poucos livros e, consequentemente, poucas variedades e novidades. Já livraria não possui nenhuma! E não deve ser apenas na minha cidade, mas em outras também. E esse quadro precisa mudar, urgentemente.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

4 comentários:

  1. Oi, Caíque!
    Cara, fiquei chocada com isso. Entendo bem essa situação de cidade sem livraria. Aqui não tem! Só umas papelarias que vendem alguns livros. Pouquíssimos, pra falar a verdade.
    E depois ainda reclamam que eu nunca entrei em uma livraria de verdade. É meio difícil, estando eu morando onde moro.
    Gostei da postagem. E preciso dizer: é por essas e outras que não gosto de e-books.
    Beijo!
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Acredita que faz uns bons 2 anos que não entro em uma livraria? Só compro livros em lojas virtuais, pois sai muito mais em conta. Quanto as bibliotecas, quando eu estudava eu não saia de dentro, mas a variedade de livros é pouca, sem falar nos lançamentos que demoram anos pra chegar.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não é? Nossa cidade é muito ruim para essas coisas. Poucos são os interessados. E outra coisa que acho é aue nas livrarias, os livros são muito caros e por isso que as pessoas não compram livros por lá e preferem ir até as bibliotecas, que são de graça, né?!
    Mas agora, muitos procuram lojas virtuais que compensa muito mais...

    ResponderExcluir
  4. O declínio das livrarias se deve também aos sites de livrarias, que acabam saindo bem mais em conta, pois colocam promoções, descontos, etc...
    Por isso mesmo que não vou mais em livrarias físicas.
    :)

    ResponderExcluir