25 julho, 2014

[Resenha] Antes que termine o dia


 
Parece que quando estamos na “fossa” gostamos de atrair mais ainda a tristeza, como... ouvindo uma música muito triste (Adele, por exemplo, acaba com qualquer um), lendo um romance ou assistindo um filme que acabe com todas as suas forças rsrsrs. Pra que né? Deveríamos, pela lógica, sempre quando acontecesse isso, fazer o contrário. Talvez ouvir happy do pharrell williams, assistir Mulheres ao Ataque (que fica pra próxima resenha). Pra quem, assim como a maioria, quer dicas de filmes para essas ocasiões, vou escrever sobre o filme Antes que Termine o Dia (If Only).

É um Drama Romântico, que conta a história de um casal Samantha (Sam) e Iam, eles vivem a rotina normal de um casal, sendo que Iam liga muito para o trabalho, deixando Samantha sem a sua atenção. No decorrer do filme, vai mostrando cada detalhe, por exemplo, como o relógio de Iam que quebra, são detalhes importantes. Conforme o dia avança, Ian entra em um taxi, tem um diálogo com o taxista sobre seu namoro com Sam, conta as dificuldades passada por eles, o motorista apenas o orienta a ama-la, sem que houvesse o amanha. No final do dia, Sam tem um concerto musical, onde Iam se irrita com um aluno. No jantar, discutem, Sam indaga a atitude de Iam e diz que só queria que ele amasse, depois vai embora do restaurante, Iam tenta ir atrás dela e pede perdão, Sam pega o taxi, que por sinal é o mesmo que Ian pegou mais cedo e tudo acontece, tudo acontece tão rápido, o Taxista sorri, exatamente às 23 hs Ian fecha a porta e o taxi segue, ele ainda tenta correr atrás, mas quando vê o taxi é atingindo por outro carro, um acidente muito grave, Iam fica sem acreditar, em estado de choque. Chegando ao hospital, Iam procura por Sam, e chega a uma sala, onde vê pela porta os médicos tentando resgata-la, não obtendo êxito, Sam vai a óbito. Uma amiga do casal chega e tenta consolá-lo.  Ian retorna ao seu apartamento, encontra o caderno de Sam e vê a música que ela estava escrevendo, logo adormece. Quando acorda, vê que ainda está abraçado com o caderno e se surpreende ao escutar a voz de Sam e percebe que ela está ao seu lado, sem entender o que estava acontecendo, Sam pede para que ele não leia o que está escrito, ele começou na não entender nada, e imaginou ter sido um sonho tudo. Ao longo do dia, percebe que tudo está acontecendo novamente, com cada detalhe se repetindo, então chega à conclusão que está revivendo o dia, tendo a chance de provar seu amor para Sam, ele tenta mudar os planos dela, passar o dia de um modo diferente, viajar, só que Sam precisa voltar a tempo pra sua apresentação, ele se dá conta do que está para acontecer. Na apresentação de Sam, Iam coloca a música que tinha visto no caderno em todas as partituras, para que seja tocada e cantada por ela, no começo Sam rejeitou, depois criou coragem e cantou. Logo depois, pegaram um taxi, percebeu que era o mesmo taxi e soube ali o que iria acontecer, se despediu de Sam e ficou no lado que o carro iria bater. O acidente aconteceu e Iam morreu, a mesma amiga que veio consolar Iam, agora consolava Sam, ele conseguiu provar a ela, antes de morrer, que a amava. Sam segue sua carreira musical e compõe para Iam.


No filme, a atriz Jennifer Love Hewitt, que vive a personagem Sam, canta duas músicas que são de autoria própria, ela mesma escreveu e cantou a música. Ela viveu a personagem, que lhe foi apresentada quando ainda era adolescente, era muito jovem, por terem demorado a iniciar as gravações ela apode estrelar o papel.



Enquanto digitava, lembrava de cada cena, cada detalhe. É um tipo de história forte, comovente e que você precisa prestar bastante atenção para não perder nenhum detalhe. Uma história que realmente acontece, às vezes você está tão preocupado com o trabalho ou com faculdade, você acaba não dando o devido valor as coisas, não percebe o que está acontecendo ao seu redor. Aconselho a assistir esse filme, não quando estiver triste, mas a qualquer momento, porque é um ensinamento, assim como os filmes que tenho resenhado aqui no Blog, às vezes a felicidade está na nossa frente e não enxergamos, por isso resolvi portar sobre esse filme. Faz você pensar por esse lado, pensar sobre começar a dar valor às coisas, até porque, diferente do filme, não temos a chance de reviver o mesmo dia.
 
"A única coisa que você pode controlar são suas escolhas."
 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário