14 julho, 2014

[Resenha] Surpreenda-se com Now is Good


Recentemente fui fazer uma pesquisa de filmes que ainda não tinha visto, encontrei nessa lista o nome "Now is Good", fui pesquisar sobre, me intrigou quando li o resumo do filme e percebi que era uma versão de "Um amor pra recordar" ou " A Culpa é das Estrelas", uma versão bem mais "rebelde".

O filme conta a história de Tessa, uma jovem adolescente que tem leucemia (a leucemia refere-se a um grupo de cânceres que afetam as células brancas do sangue), possui um pai que é obcecado em achar uma cura e uma mãe ausente. Tessa faz uma lista de coisas que queria fazer antes de morrer, junto com sua amiga, começa a pôr em prática alguns itens. O primeiro que tentou foi perder a virgindade, quando chegou na hora viu que não era daquele jeito que ela queria, então desistiu. Em seguida foi tentando os outros, como roubar, usar drogas... Que Lista! Conhece então, no meio disso tudo, Adan, seu vizinho dos fundos, ambos se apaixonam e Tessa começa a ver a vida de um jeito diferente, ter outros desejos, Adan tenta ajuda-la com sua lista. Paralelo a ela, tem a história de sua amiga, Zoey, que vive a gravidez na adolescência. O câncer de Tessa foi aumentando, foi morrendo aos poucos, até que um dia ela se vai.

Não posso mentir, chorei vendo esse filme, porque apesar dele ter uma história "parecida" com outros, ele mostra muito a realidade, o drama da família, o fato de saber que vai morrer em pouco tempo, como você ficaria ao saber que seus dias estão contados? Qual seria sua lista?

O filme é baseado no livro Before I Die de Jenny Downham, conta com uma lista de grandes atores, entre eles o personagem principal Tessa, vivido por Dakota Fanning, uma atriz com um currículo cheio de sucessos como A Saga Crepúsculo, quando foi chamada para o papel, aceitou na hora, em uma entrevista Dakota diz ter amado a história e a personagem. É uma personagem diferente, aceita sem dramas a realidade, com isso tenta apenas viver, para que o pouco que viveu tenha valido a pena.

Com a adaptação algumas coisas foram mudadas ou cortadas, como por exemplo, a mãe de Tessa, no livro ela abandonou o marido e os filhos para morar com outra pessoa, já no filme, ela é apenas uma mãe ausente, mesmo com mudanças a adaptação ficou muito boa. Jenny Downham levou dois anos e meio para escrever Before I Die, o interessante dessa leitura é que a autora quis passar um lado verdadeiro da história, uma adolescente normal, com desejos, rebeldia, enfrentando a morte sem aquela depressão toda. É um livro realmente muito bom e um filme ótimo.


É um filme que te faz refletir sobre tudo, sobre curtir a vida, aproveitar enquanto pode. As últimas frases do filme dizem "Nossa vida é uma série de momentos. Cada um, uma viagem para o fim. Desapegue-se", que transmite que não devemos nos apegar as coisas, nem a rivalidades, pois nossa vida é passageira, não volta e quando nos demos conta está perto do fim.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Bruna, nunca ouvi falar desse filme. Mas parece ser muito bom!!! Interessei muito por ele, vou vê se baixo. Filmes que fazem refletir sobre tudo sempre é bom, um ensinamento a mais.
    Adorei a dica!!! Abraços!!!
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir