07 setembro, 2014

Review: Lev, o novo e-reader da Saraiva

Oi leitor(a) do Entre Páginas de Livros, tudo certo?

Hoje irei trazer um post diferente, não é nada falando de lançamentos, atualização de colunas e nem resenhas mas sim um review sobre uma das minhas compras na #BienaldoLivroSP : o novo e-reader da Saraiva lançado no dia 5 de agosto: o Lev.

Pretendo gravar um vídeo no canal do blog no YouTube falando mais sobre o assunto e apresentando melhor o produto, mas até eu ter tempo para editar e gravar irei escrever esse post que também é interessante principalmente para quem quer saber rapidamente sobre o e-reader.


Antes de tudo é impossível não vermos diversos pontos positivos em um e-reader, como por exemplo o peso que é pouco se comparado com um livro, a praticidade, a rapidez de compra e outros recursos que são oferecidos. Por outro lado, o leitor pode sentir falta do cheiro de um livro novo, a arte, diagramação e todo o trabalho e carinho da editora com a edição de seus livros além de uma própria estante lotada de livros, marcadores, entre outros. Particularmente, ao meu ponto de vista, isso conta muito o que faz com que eu fique com um pé atrás com esses novos aparelhos tecnológicos.

Porém, nos Estados Unidos, as vendas de e-books têm aumentado muito levando muitas livrarias físicas a falência, lá as pessoas estão acostumando e gostando da praticidade de ter um e-reader. A ideia da Saraiva é fazer algo semelhante no Brasil e obter sucesso contando como vantagem por ser uma das maiores livrarias do país. Para você ter uma ideia, cerca de 70% dos leitores não possuem esse Kindle, Kobo, e a Saraiva quer tentar convencer grande parte do público restante a comprar o Lev. Porém, será que o dispositivo tem capacidade de conseguir esse feito?

Especificações básicas
  • Tela Touch Screen 6", E ink Pearl screen com resolução de 758 x 1028 (213 dpi), 16 tons de cinza.
  • Wi-fi embutido, cliente USB (v 2.0).
  • 4GB de memória com entrada para cartão de memória.
  • Bateria que dura por cerca de 3 semanas (1800 mAh).
  • Processador: Allwinner A13 Cortex A8
  • Formatos suportados: Imagem (JPG, GIF, PNG, BMP, ICO, TIF, PSD) Texto: (ePub, PDF, HTML, TXT, FB2)
  • Sistema operacional: Linux embarcado

Unboxing

A caixa do aparelho é muito simples: a preta é para o Lev com iluminação e a branca para a versão sem luz (como a que eu tenho), as duas são muito bonitas, com palavras ligadas a literatura na área externa. Já na área interna encontramos um pequeno manual em forma de imagem onde conhecemos os botões e funções básicas.


Na caixa você encontra: O aparelho, um cabo USB (você carrega no computador menos se tiver um plug de ligar na tomada, que não é incluso), termo de garantia e um Guia Rápido de Inicialização.


Algumas considerações

A Saraiva demorou um pouco para lançar o seu primeiro e-reader enquanto a Amazon e a Livraria Cultura já conseguiu um bom público com seus leitores bastante conhecidos: Kindle e Kobo. Porém
, a empresa optou por lançar o Lev justamente com uma função que muitos usuários queriam: a opção de melhor visualização de arquivos em PDF, não presente nos concorrentes. O sistema Reflow é interessante, porém em alguns arquivos PDF (com caracteres diferentes, tabelas, etc..) o texto é desconfigurado, como a apostila de Cálculo que uso, por exemplo, fazendo com que eu tenha que visualizar o arquivo normalmente, o que não é ruim mas mostra que o Reflow nem sempre é eficiente e compensativo mas ainda assim faz falta em visualização de arquivos compatíveis devido as configurações que posso usar quando utilizo esse recurso.

A divulgação da empresa foi imensa, eles compararam o Lev não como um e-reader mas como uma estante leve cheia de livros e até mesmo como um livro, fazendo com que o leitor se familiarizasse mais com o gadget, porém o design causou estranheza em muitas pessoas por não ser tão atraente quanto os concorrentes. Além disso, a Saraiva oferece 14 livros gratuitos para quem compra o Lev: são 10 livros inclusos e mais 4 best sellers para você baixar após o cadastro.

O sistema operacional é extremamente simples e de fácil utilização e possui recursos interessantes como o modo noturno que auxilia o leitor ao ler livros a noite invertendo as cores da tela, várias fontes com diversas opções de tamanho, modo de leitura que não sobrescreve o CSS dos e-books o que é interessante para os editores e fato inédito em um dispositivo como esse no país. Quer mais? O Lev ainda possui fácil alternância entre a biblioteca, loja, livro que você está lendo e outras opções, basta apertar o botão presente na parte frontal, também existe a opção de você marcar as frases mais importantes e também fazer anotações, o que é muito útil, ainda mais quando você tem a opção de visualizar tudo isso em ma opção sem precisar ficar o que você marcou em todas as páginas. E ainda: você pode pesquisar sobre palavras específicas em todo o texto. Enfim, o Lev possui várias outras funcionalidades legais.

Sobre a bateria: ela apenas é consumida em trocas de páginas de modo que dura muitas semanas dependendo do uso.

Aprovado
  • O material emborrachado utilizado na parte traseira do dispositivo traz conforto para o leitor gerando uma boa e confortável pegada.
  • Modo de leitura que não sobrescreve o CSS dos e-books.
  • O formato do aparelho é feito voltado para o seu manuseio, sendo assim o leitor não cansa de segurar o Lev fazendo com que praticamente todas as posições de leitura sejam confortáveis.
  • O peso de apenas 190g, é muito mais leve do que muitos livros físicos.
  • Leitura não cansativa e tela super agradável com muito pouco reflexo.
  • O Lev possui 4GB de armazenamento (contra 2GB do Kobo e Kindle) com entrada para cartão de memória de até 32GB, ou seja: espaço não vai faltar!
  • Tela super sensível touch-screen com multitouch, ou seja, o aparelho entende toques simultâneos muito bem, como exemplo: rotação da tela, zoom no texto.
  • Opção Reflow, fazendo com que o Lev apresente a opção de visualização de um arquivo em PDF em nova configuração que permite mais opções de personalização de texto.
saraiva-lev-pdf-reflow
  • Promessa da Saraiva de uma atualização de software melhorando alguns empecilhos como a falta de opção de dicionários.

Reprovado 
  • O aparelho possui apenas um dicionário em português não sendo possível adicionar outros e nem outra linguagem.
  • Quer navegador para acessar wikipedia, por exemplo, para fazer consultas básicas? Esqueça. Por mais que um browser para e-reader como esse fique extremamente lento por causa da tela em alguns momentos pode fazer falta.
  • O design, comparado a outros e-readers concorrentes, deixa a desejar deixando o aparelho mais estranho e feio a primeiro momento.
  • O acervo de livros da loja digital da Saraiva, apesar de conter vários títulos, ainda é inferior com o da Amazon.
  • Existe a falta de interatividade com outros leitores.
  • O acabamento de borracha na parte traseira acumula muitas manchas de dedo, por isso é bom ter uma capinha.

Considerações finais
O Lev é um aparelho que veio para disputar de igual para igual com seus concorrentes Kindle e Kobo. Em sua versão sem luz, mesmo tendo alguns deslizes ele consegue ganhar do Kindle e empatar com o Kobo. A opção Reflow faz muita diferença quando o arquivo  PDF é mais simples ajudando muito o leitor que também se sente satisfeito quando o assunto é compatibilidade, afinal o epub é um dos formatos mais famosos em livros digitais. O problema da Saraiva foi colocar o preço de 299 reais para um aparelho simples como esse, o mesmo preço do Kindle e do Kobo, assim a concorrência com os outros dispositivos é praticamente igual nesse sentido bastando o leitor escolher pelas funções e/ou pela beleza e popularidade. Se eu comprei o aparelho por 199 reais na Bienal é porque a empresa consegue baratear o preço do dispositivo, então porque ela não faz isso logo efetivamente?

 Mesmo que a Saraiva tenha que melhorar alguns quesitos nesse dispositivo ele ainda consegue se sobressair e se mostrar útil e funcional sendo uma excelente opção para o leitor que queria se modernizar e comprar um e-reader mais simples e barato.

Obs: Em relação a preços dos livros nas lojas da Amazon e Saraiva: eles são praticamente os mesmo, estão caros ainda, mas isso não chega a ser uma diferença na hora da compra.


Se você tiver alguma dúvida com o Lev deixa um comentário que eu te respondo :)

Espero que tenha gostado do post =]
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

23 comentários:

  1. Oi, Ca
    Bom, apesar das considerações positivas e negativas. O Lev ou qualquer outro e-reader não é algo que me interesse no momento.
    Tenho restrições médicas sobre evitar ler por bastante tempo nesses aparelhos e por conta disso, aliado a minha preferência, continuo preferindo livro físico.
    Não nego os milhares de benefícios que tem um e-reader. São incontestáveis mas ainda faço parte do pequeno grupo de leitores que prefere o cheiro de livro novo e pegar no livro. Enfim, é uma questão de preferência.
    De qualquer forma, aproveite bem o seu Lev-levinho.

    Adriano
    GeraçãoLeitura.com

    ResponderExcluir
  2. Muito legal! Mesmo tendo um leve receio de trocar o livro físico pelo digital, o "pacote de vantagens" é muito tentador!!! Tenho alguns poucos livros em PDF no meu tablet, que infelizmente não há possibilidade de andar com ele na mochila, por causa de tamanho (e preço). Seria interessante pelo menos possuir cores, até mesmo porque tem suporte a imagens, mas curti muito!
    Quem sabe um futuro investimento!
    Valeu pela dica! Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Utilizo o Kindle e o adoro, apesar de ter preferencia pelo livro físico, mas o Lev parece que chegou chegando mesmo!! interessante vc passar os pros e os contras, quando adquiri o Kindle não sabia nem um nem outro e acabei me decepcionando um pouco até me acostumar!! muito inteligente sua postagem e tenho certeza que será um sucesso!

    ResponderExcluir
  4. Ainda não tenho nenhum e-reader, mas pretendo adquirir um em breve, e o LEV parece ser uma plataforma mais interessante que o kindle.
    um abraço.
    http://navioerrante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Caique!!!!
    Parabéns pelo post e pelas considerações, é algo que possui muitos pontos positivos, e apresenta uma grande facilidade para os leitores, porém ainda não tenho interesse. Prefiro mesmo carregar meu bom e velho livro físico. =)
    Beijos!!
    Lara - Magia Literária
    http://www.magialiteraria.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá

    Ainda não li nenhum livro completo em e-book pelo que eu me lembre, mas é algo que vai mudar muito em breve. Não tenho nenhum leitor digital, eu sempre quis um kobo ou kindle e agora conhecendo o Lev acho que também o quero. Acho bem prático, o preços dos e-books são bem acessíveis e, posso estar equivocado aqui, mas acredito que o impacto ambiental é menor (vou estudar isso melhor). Espero que aproveite o seu Lev.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Caíque, tudo bem? Gostei bastante do seu post, muito bom para quem quer conhecer um pouco mais do Lev e decidir qual e-reader comprar. Quando eu fui na Saraiva, eu fuxiquei um pouco ele, mas por curiosidade mesmo (já que eu tenho um kobo) e gostei bastante. O modo de mexer é realmente bastante parecido com o Kobo e tem várias funcionalidades parecidas, mas o que eu gostei foi o fato da visualização de pdf e o touch screen que é bem melhor.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima
    http://vamosfalarlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Caíque, tudo bom?! Parabéns pelo post, me tirou MUITAS dúvidas que a moça do stand na Saraiva não conseguiu. Eu ainda estou pensando em comprar um e-reader, mas ainda não me decidi qual deles quero. Tenho uma versão do Kobo no notebook, mas gosto de ver as outras opções. O que mais gostei dele foi o fato de ter visualização de pdf. Mas ainda estou na dúvida. Gostei muito das suas considerações e vou pensar direitinho $$ em qual comprar HAHAHA

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá Caique, tecnologia não é comigo, prefiro mesmo é os livros físicos, é claro que sempre levo comigo alguns livros no meu aplicativo kindle afinal não sou nenhum Atlas para levar meio mundo de opções de livro comigo para onde for. O LEV me pareceu legal, mas sinceramente em terra onde celular é tão grande quanto um tablet, ter mais um aparelho eletrônico pesando na bolsa não é vantagem.

    ResponderExcluir
  10. Ola Caique muito bom sua postagem colocando tudo a respeito do Lev para quem não conhece será maravilhoso ler antes de comprar, eu tenho O Kobo Glo e adoro, mesmo com os e-reader sendo bem divulgados acho que dificilmente acaba com o livro físico. abraços

    ResponderExcluir
  11. Oi, Caíque!
    Review bem completo você conseguiu produzir. Gostei de saber que os produtores projetaram o Lev para proporcionar conforto ao leitor, como você disse, em qualquer posição.
    Geralmente vejo muita gente comentando sobre os e-readers Kindle e Kobo, pelo seu maior tempo no mercado, mas acredito que o Lev chegou para competir pesado. Não tenho interesse em deixar os livros físicos de lado por enquanto, mas se um dia eu decidir comprar um e-reader, considerarei o Lev graças ao seu review.

    http://discodivinil.blogspot.com.br/

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  12. Olá Caique, tudo bem?
    Ótimo post, bem explicadinho sobre o Lev.
    Tenho algumas amigas que estão instéricas querendo essa novidade, mas eu sou a favor do bom e maravilhoso livro físico, principalmente porque sou míope e acho mais conforto em livros físicos...e nada melhor que ler em um livro mesmo, não curto ler assim não.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita que vim me redimir nesse erro medonho,kkkk
      *Histéricas

      Excluir
  13. Oi Caíque!
    Ótimo post explicando sobre o Lev, eu pessoalmente prefiro os livros físicos mas realmente é muito prático naqueles momentos de correria onde você não quer (ou não pode) carregar muito peso.
    Estou planejando comprar algum e-reader, bom saber que tenho mais uma opção agora :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá Caíque!
    Eu já tenho o Kindle e não vejo muita diferença no Lev. E ainda mais vejo desvantagem, por que ele não tem acesso a Amazon, que é a maior loja de e-books. Então vou continuar com o meu Kindle mesmo.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Teve coisas que você falou que eu não entendi não... tipo sobre css... nem sei o que é isso! E realmente achei ele o e-reader mais feio, para mim o kobo é o mais fofo, e não me dei bem quando fui testá-lo. Ainda prefiro meu kindle. Sobre essa função reflow, não vi muita vantagem... pelo jeito tem o mesmo efeito de quando a gente converte um arquivo de pdf pra mobi, e o kindle faz isso inclusive automaticamente se for encaminhado um arquivo por e-mail para ele... quando tem tabelas, ou ilustrações, normalmente dá errado, mas fora isso costuma funcionar.

    Beijo!

    Ju
    http://entrepalcoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oie,

    Um dia desses eu estava pensando em comprar um Kindle ou Kobo, mas ainda estava com muita dúvida, acho que vou comprar o Lev, mas não vai ser agora, pois meus planos são outros primeiro meu celular hahah, achei o designer dele bem estranho, mas até que é fofo, e eu tenho uma relação de amor e ódio com capas emborrachadas elas são lindas, mas as marcas de dedos não são! Amei o post irei esperar o vide pra entender um pouco mais.

    Mayla

    ResponderExcluir
  17. Oi, Caique!

    Sempre tive vontade de possuir um e-reader, mas nunca cheguei a comprar um. Gosto muito do contato dos meus dedos com as folhas, do cheiro que elas exalam e do peso geral de um livro... não sei se conseguiria me adaptar, haha! Achei o Lev bem bacana ;)

    Até logo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Ca!
    Eu gosto de ler em formato de ebook, então sou bem a favor do nosso pequeno ai! Tem mesmo suas vantagens e desvantagens, meus preferidos são os livros físicos ainda, acho que nada substitui, mas não sou contra o reader não, muito pelo contrario, sempre acrescentar e nunca diminuir! Adorei esse bichinho, por enquanto eu leio ebook no meu cel, ainda não comprei um desses!
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi,

    Eu não sou muito fã de Ebook, mas com a praticidade que cada dia está me conquistando vou acaba me comprando um pra mim, não esse porque eu não gostei muito dele, acho que foi mais o aspecto físico...
    Gostei do post .
    Beijos Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  20. Olá Caíque, tudo bem?

    Vi uma baita propaganda da Saraiva na bienal por conta do Lev, mas sinceramente, eles ainda tem muito a aprender com outras plataformas, com o Kindle. Se eu tiver que comprar um, com certeza será pela Amazon!

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oiee, amei sua critica em relação ao aparelho, você apontou todos os pontos sobre o mesmo, eu particularmente não sei se iria comprar um, mas acho que sim, de um tempo para cá eu tenho pensado muito, ando lendo muito pouco por causa da falta de tempo e sei lá, as vezes eu levo o livro na mochila mas não pego para ler dentro do ônibus por exemplo, creio que com o aparelho isso iria mudar, ele é mais fácil de manusear e não precisa segurar com as duas mãos e tal, enfim é como se fosse um tablet, e creio que iria gostar, o problema seria: e os livros de resenha de editoras??? a maioria das minhas leituras seria dessas parcerias e a editora teria o e book para disponibilizar?? eu abriria mão do livro físico por causa do e book??? enfim, preciso pensar direito se compro um ou não kkkk, mas adorei sua postagem, me fez pensar bastante sobre o produto, Abraços.

    ResponderExcluir
  22. A parte do CSS para mim é fundamental. Porque um pobre coitado formata tudinho, o editor escolhe uma formatação, fontes, efeitos que tem a ver com o livro e com o tema, para o aparelho simplificar tudo em heading centralizado, texto alinhado à esquerda e tudo na mesma fonte??? Aff.

    ResponderExcluir